Menu

Se você é dono do seu negócio, deve saber bem: há diversos perfis diferentes de clientes para uma mesma empresa. O que pode ser interessante em um primeiro momento, pode parecer assustador se você for pensar na comunicação com cada um deles.

 

A esta altura do campeonato, você também já deve saber o poder que a boa comunicação com o seu público tem de alavancar as suas vendas. Se relacionar (e fidelizar e engajar) com seus clientes — e com seus futuros clientes! — é uma das estratégias mais importantes quando o assunto é marketing atualmente.

 

Entre as diversas ferramentas para isso, há o e-mail marketing, que faz uso do tradicional (mas não menos contemporâneo) e-mail para estabelecer vínculos entre a sua empresa e o público consumidor. Mas a pergunta que não quer calar é: como utilizar o e-mail marketing como ferramenta para vender mais?

 

E-mail marketing no pré-venda

Preciosa etapa do processo, tudo o que antecede a venda é extremamente importante e decisivo. Pense em como você pode coletar informações importantes sobre os seus clientes para utilizá-las ao seu favor!

 

O poder da segmentação

A primeira dessas informações, claro, é o e-mail, mas pense em dados como quais produtos foram acessados, faixa etária, preferências, ramo de atuação, etc. Portando uma série de informações sobre o seu público-alvo, é possível organizar uma estratégia muito mais focada, segmentada e, portanto, efetiva. Seja oferecendo produtos que mais se assemelham ao perfil e ao desejo dos clientes, seja oferecendo conteúdos que agregam valor, engajam, relacionam e tocam diretamente em suas dores e necessidades.

 

Outra vantagem do e-mail marketing no pré-venda recai sobre uma premissa intrínseca do comportamento humano: todo mundo gosta de ser lembrado. Considerando a facilidade em fornecer conteúdo próximo à realidade de quem o receberá, o e-mail marketing ainda permite que você se aproxime do seu leitor por meio de diversas maneiras, seja chamando-o pelo nome ou parabenizando-o em datas especiais, por exemplo.

 

E agora a pergunta simples: você fecharia negócio com uma empresa que se aproxima de você como se fosse um amigo ou com aquela que só lhe envia spam todos os meses? Percebe a diferença?

 

E-mail marketing no pós-venda

A palavra de ordem quando o assunto é o uso de e-mail marketing no período pós-venda é “fidelização”. O foco nesse momento, ainda mais do que no pré-venda, é estreitar o relacionamento entre empresa e cliente e, em consequência disso, trabalhar a imagem da sua empresa, gerar uma possível nova compra e, melhor ainda: tornar seus clientes verdadeiros evangelizadores da sua marca, propagando-a para outras pessoas.

 

Dessa forma, como é possível trabalhar o pós-venda com e-mail marketing? Você pode oferecer produtos complementares ao que foi adquirido pelo cliente ou mesmo conteúdos que se relacionem com esse produto. Por exemplo: se o cliente comprou um celular, que tal oferecer um conteúdo falando sobre 5 maneiras de proteger o seu celular e, em seguida, oferecer a possibilidade de comprar uma capa protetora? Outras maneiras de se relacionar por e-mail é informando sobre promoções, descontos, etc.

 

Agora que você já está por dentro de algumas das possibilidades de utilização do e-mail marketing para aumentar suas vendas, nós te perguntamos: o e-mail morreu ou não? Se você se interessou sobre a estratégia e sobre como o mundo online pode oferecer boas oportunidades ao seu negócio, confira nossos posts sobre o assunto: