Menu

Com base na pesquisa TIC Domicílios 2015, 58% da população brasileira tem acesso à internet. Com essa informação, não fica difícil imaginar como é o cenário de consumo de informação hoje em dia. A verdade é que, em tempos de internet, somos atacados diariamente por um volume imenso de informações e possibilidades. Isso gera dois grandes desafios para as marcas: se fazer presente e prender a nossa atenção por tempo suficiente.

 

Porém, na outra face da moeda vemos a importância de ser visto. Sobretudo nos dias de hoje, quem não é visto, definitivamente não é lembrado. Mas o que influencia tanto nesse aspecto? Como vender mais?

 

Fluxo de informação (tempo de leitura/notar)

Como já dissemos, o fluxo de informações e possibilidades é, ao mesmo tempo, benéfico, mas também problemático. Isso porque o imediatismo da internet está transformando a nossa capacidade de prestar atenção em quase tudo. Não é à toa que tem sido bastante comum encontrar pessoas que têm dificuldades em assistir a um filme com mais de 1 hora. Hoje em dia, as pessoas só despendem seu preciosíssimo tempo naquilo que realmente lhes interessa. Estudos mostram que no Facebook, por exemplo, um anúncio ou publicação tem cerca de 1 segundo para chamar a atenção do usuário em meio ao feed de notícias. E a parte mais cruel de tudo isso é: se você não conseguiu a atenção do potencial cliente naquele momento, outra marca com certeza conseguirá.

 

Algoritmo e SEO das redes sociais

Como se não bastasse a problemática de conquistar a atenção dos usuários, ainda há outro dificultador que atua na distribuição de informações na web. As redes sociais costumam ser configuradas sob algoritmos específicos que regem o funcionamento da plataforma e a experiência online do usuário naquele espaço. Isso porque o volume de informações circulando é tão grande que não há possibilidade de termos contato com tudo o que está relacionado a uma busca que fazemos no Google ou a páginas que curtimos no Facebook.

 

Dessa maneira, entram em ação das técnicas de SEO e os anúncios online. O primeiro é um trabalho para geração de tráfego orgânico — isto é, sem custos. E o segundo envolve investimentos em palavras-chave ou impulsionamento de publicações. Em ambos os casos, sobretudo no primeiro, a inteligência artificial da qual a internet é dotada faz toda a diferença.

 

Estar onde as pessoas estão

Outro fator que entra em jogo quando falamos da visibilidade das marcas nos dias atuais é a questão de estar presente onde as pessoas estão. Parece uma premissa básica e até mesmo óbvia, mas que nunca se fez tão latente. Os meios de anúncio e de estratégia mudaram como nunca: se antes o outdoor era um dos melhores investimentos em propaganda, hoje o Facebook é palco para uma série de modelos de negócio.

 

É importante dizer que, para vender mais, um tipo de anúncio não invalida o outro. Novamente, a premissa é a mesma: estar onde seus clientes estão. A diferença é que, hoje, muitas pessoas estão tanto na rua — vendo outdoors — quanto na internet — vendo anúncios online. Já pensou como seria marcar a presença da sua empresa no mundo digital?

 

Ficou interessado no assunto e quer vender mais? Veja o post que preparamos com as 4 maneiras de chegar às páginas do Google e como o Google Adwords pode te ajudar a vender mais!